Segunda, 12 Julho 2021 00:00

Em maio, foram ajuizadas 765 ações por falta de pagamento do condomínio em SP

Por

Levantamento do Secovi-SP aponta que esse número é 4,7% superior ao registro de 731 processos de abril. Para Moira de Toledo, o resultado não representa um aumento na judicialização de cobranças das cotas condominiais.

Levantamento do Secovi-SP, realizado junto ao Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, mostra que foram protocoladas na cidade de São Paulo 765 ações por falta de pagamento do rateio condominial em maio. O volume representa um aumento de 4,7% em relação ao mês anterior, quando foram ajuizadas 731 ações. Comparado às 621 ações registradas no mesmo mês de 2020, houve elevação de 23,2%.

Acumulado

Nos primeiros cinco meses deste ano, foram protocoladas 3.473 ações, um recuo de 2,7% na comparação com o mesmo período de 2020, quando deram entrada na Justiça 3.568 ações. Nos últimos 12 meses, de junho de 2020 a maio de 2021, o volume total de 9.499 ações ficou 3,4% abaixo do computado no período anterior (9.830 ações).

Para a diretora executiva da vice-presidência de Administração Imobiliária e Condomínios do Secovi, Moira de Toledo, este resultado não representa um aumento na judicialização de cobranças de quotas condominiais ou no aumento da inadimplência.

"Quando comparamos o total dos primeiros cinco meses com os de 2020, temos um recuo de 2,7% (3.568 ações) e, em relação ao mesmo período de 2019, a diminuição foi de 15,7% (4.120 ações), o que corrobora a estabilidade do segmento condominial, apesar dos efeitos econômicos da pandemia", analisa Moira de Toledo.


Anuncie na Direcional Condomínios

Anuncie na Direcional Condomínios