Terça, 16 Março 2021 00:00

Solidários aos bancos de sangue, moradores de condomínio em SP se mobilizam para doação

Por

No momento em que os estoques dos bancos de sangue estão em situação crítica, a Direcional Condomínios registra a ação realizada no último dia 8 de março pelo Condomínio Villagio Luna, da Mooca, zona Leste de São Paulo.

Campanha da Fundação Pró-Sangue

Moradora do Condomínio Villagio Luna, da Mooca, em São Paulo, Danielle Maia Gallo foi uma das organizadoras de uma campanha de doação de sangue realizada no último dia 8 de março junto aos moradores e demais voluntários, evento que conseguiu coletar 46 bolsas. Danielle é membro do Clube Irmãos de Sangue da Fundação Pró-Sangue do Hospital das Clínicas e há mais de 9 anos faz ações de doações na instituição.

Condomínios e/ou síndicos interessados em organizar uma campanha devem entrar em contato com a Fundação Pró-Sangue, através do email O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

Para mais informações, podem acessar também o endereço eletrônico  
http://www.prosangue.sp.gov.br/artigos/coletas_externas.html.

"Não há substituto para o sangue humano"

No residencial Villagio Luna, a campanha contou com o apoio da gerente predial Angélica Pavani. "Com o advento da pandemia, as doações de sangue estão escassas nos principais bancos do País e um paciente que necessita de uma bolsa de sangue conta com a solidariedade de uma doação para salvar sua vida, não há substituto para o sangue humano, não se compra uma bolsa para uma transfusão", destacam Danielle e Angélica.

Para a coleta externa, a Fundação mobiliza uma equipe de especialistas do Hospital das Clínicas. O condomínio, por sua vez, precisa disponibilizar um espaço adequado e acionar os voluntários.

No Villagio Luna, essa campanha foi feita durante 15 dias e, na data agendada, uma estação de coleta foi montada pela Fundação dentro do salão de festas, proporcionando "conforto e segurança para que os moradores, familiares, amigos e funcionários pudessem ajudar com sua doação". A Fundação Pró-Sangue consegue montar uma estrutura para até 80 atendimentos, com presença de médico, enfermeiros e biologistas, auxiliares de coleta, técnicos de enfermagem, auxiliares administrativos e de informática.

Responsáveis pela Organização da Ação no Condomínio

- Pelo Condomínio Villagio Luna

Danielle Maia Gallo – condômina

Angélica Pavani – gerente predial

- Responsáveis pela Estrutura Dinâmica, corpo de Profissionais da Fundação Pró-Sangue

Médica: Dra. Tila Facincani

Enfermeiros e biologistas: Marcos David Vrena e Sylvia R. Parassuolo Liciardi

Auxiliares de coleta: Doroteia de Oliveira Martinelli Antunes; Pedro da Costa Henriques; Rosangela Aparecida Correia

Técnicos de enfermagem: Debora Reis Orphão Teixeira; Elisangela Costa Macedo; Leonardo Pereira França; Vanderlei dos Santos Nunes

Auxiliares administrativos: Ana Reis dos S. Silva; William Paul da Costa

Informática: Marc Cardozo Lagger