Quinta, 18 Janeiro 2018 00:00

O síndico pode lesar o condomínio sem saber

Escrito por 

Caros gestores, cada dia, fico mais convencida de que estamos conseguindo ampliar a percepção da necessidade da auditoria preventiva para os condomínios em nossa cidade.

Isto está sendo possível porque estamos contando com administradoras mais preparadas, com síndicos profissionais capacitados, com uma assessoria/consultoria jurídica atuante, com síndicos-moradores, conselho fiscal/consultivo e condôminos interessados em uma gestão de excelência e, sobretudo, com mais acesso à informação e todos os eventos que possuem o propósito de melhorar a gestão condominial.

O cuidado com as finanças de um condomínio advém de como os documentos são emitidos, guardados e controlados e nem sempre o que localizamos em auditoria são casos de desvios de recursos, até porque os casos graves têm diminuído significativamente, mas a desorganização, a falta de conhecimento contábil, financeiro e fiscal, bem como o descumprimento de obrigações acessórias do condomínio, infelizmente não. 

Continuamos encontrando nas auditorias situações em que o síndico (por ser o responsável legal do condomínio) lesa o mesmo, sem ter ciência de que algumas de suas condutas podem gerar ônus ao condomínio.

Dentre os achados de auditoria mais comuns nessa perspectiva, destacamos: acordos com inadimplentes com descontos (sem que estes tenham sido aprovados em assembleia); decisões que a médio prazo podem modificar para pior as finanças do condomínio, como a antecipação de taxas condominiais; a contratação de prestadores de serviços e fornecedores sem concorrência; a contratação destes com valores superfaturados; a ausência de revisão de contratos de manutenção existentes; e o aumento de gastos desnecessários.

Se esses itens não são acompanhados mensalmente pelo Conselho Fiscal, o condomínio necessitará da contratação de auditoria preventiva. Nos dias atuais, não é salutar um condomínio aguardar dez, cinco, três anos para solicitar auditoria de suas contas; se assim o for, muito tempo terá passado e algumas ações não surtirão mais efeito. 

Na gestão moderna é necessário se antever ao problema e não apenas identificá-lo e a auditoria é uma grande aliada dos gestores nesse sentido.


Não reproduza o conteúdo sem autorização do Grupo Direcional. Este site está protegido pela Lei de Direitos Autorais. (Lei 9610 de 19/02/1998), sua reprodução total ou parcial é proibida nos termos da Lei.

Michele Lordêlo

Contadora e empresária do Grupo Lordêlo de Contabilidade (incluindo a Lordêlo Audit - Auditoria para Condomínios; Lordêlo Cont - Contabilidade para Empresas; e Lordêlo Trainning - Treinamentos Contábeis para as equipes das Administradoras de Condomínios). É especialista em auditorias para condomínios, doutora em educação, professora do curso de síndico profissional da Faculdade 2 de Julho, em Salvador (BA), na disciplina Auditoria e Gestão Contábil, professora de cursos de Pós-Graduação. Consultora do Programa Radar Imobiliário na TV Bandeirantes-Bahia e do Programa Radar Imobiliário na Rádio Transamérica, colunista do portal e revista Cadê o Síndico (BA), entre outros.
Mais informações: m_lordelo@yahoo.com.br.