Exposec 2014: Segurança condominial, um dos destaques da feira

Escrito por 

Evento aconteceu na Expo Imigrantes, zona Sul de São Paulo, e recebeu público de 38,7 mil pessoas.

São Paulo sediou, durante os dias 13 e 15 de maio, o maior evento do mercado de segurança da América Latina, a 17ª Feira Internacional de Segurança (Exposec). Realizada pela Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (Abese), ela reuniu 700 expositores, que apresentaram dez mil produtos nacionais e estrangeiros para mais de 38 mil visitantes. A revista Direcional Condomínios participou da feira com um estande, onde recebeu fornecedores, síndicos, gestores prediais e especialistas em segurança.

De acordo com a presidente da Abese, Selma Migliori, a tecnologia de segurança já se encontra em sua terceira geração. Juntamente com os serviços na área, é um mercado que cresce 10% ao ano. Somente em 2013, gerou faturamento de R$ 4,6 bilhões. Mas ainda há muito para crescer entre os condomínios, setor que, conforme avalia Selma, é o que mais oferece hoje oportunidades de expansão, junto com as residências.

De acordo com Selma, apenas as câmeras de CFTV têm elevada presença nos condomínios. Mesmo assim, muitos equipamentos já estão defasados. Falta também expandir o uso de sistemas de controle de acesso, de alarmes, e de detecção e combate a incêndio. "Existe tecnologia adequada para cada bolso", observa a presidente da Abese. Todavia, Selma ressalta aos síndicos que é preciso associar a instalação e usos de equipamentos a um programa de segurança que contenha regras de procedimentos e inclua o treinamento constante dos profissionais e usuários. “Senão, não haverá eficiência e vamos continuar assistindo aos arrastões.”

Entre os novos produtos para condomínios, estiveram em destaque a grande diversidade de câmeras de CFTV, algumas com zoom óptico e transmissão de imagens via internet; porteiro eletrônico; vídeo-porteiro; portões automáticos; sensores biométricos para identificação; soluções para garagem, com tags de identificação eletrônica de veículos, permitindo a abertura dos portões sem interferência humana; e controle digital de chegada e entrega de encomendas para as unidades privativas, entre outros.

CONFERINDO O MERCADO

Equipe comercial da Revista Direcional Condomínios, que recebeu síndicos, fornecedores e demais visitantes durante os três dias da Exposec 2014. Da esq. para a dir.: Francisco Grion, Fabian Iori, Alexandre Mendes, Gabriel Youssef e Sônia Inakake.

 

 

 

 

 

 

 

NOTAS

Riscos no controle de acesso

Em visita ao estande da Direcional Condomínios, o Major da PM José Elias de Godoy e o Delegado do GOE (Grupo de Operações Especiais da Polícia de São Paulo), Luís Renato Mendonça Davini, foram recebidos pela diretora Sônia Inakake. Ambos apontaram que os criminosos estão aplicando novos golpes contra as portarias dos condomínios e diminuindo os arrastões, considerados “mais trabalhosos”.

Novas tecnologias

A equipe da Direcional Condomínios visitou todos os estandes da Exposec 2014. Com o diretor comercial da HDL, Moacyr Lombardi Jr. (Foto ao lado), conheceu um lançamento de sua empresa, o vídeo-porteiro. O equipamento substitui as antigas centrais de comunicação e, associado a um interfone com vídeo em cada unidade, permite “receber imagem, ligações e falar com o vizinho e a portaria”.

Fundador da Linear-HCS, o engenheiro Luiz Corrochano Jr. (Foto ao lado), lançou um porteiro eletrônico, que permite a liberação do acesso ao prédio a partir de um apartamento, mas sob registro do número da unidade, da data e horário.

 

Imagens na "nuvem"

O vice-presidente da Samsung para a América Latina, Pedro Duarte, estabeleceu parceria com empresa de São Paulo para implantar sistema de controle de imagens enviadas pelas câmeras do CFTV dos condomínios para as “nuvens” (acessadas via internet e armazenadas em servidor remoto). A Samsung desenvolve câmeras há 40 anos, das residenciais às de alta precisão, utilizadas, por exemplo, no monitoramento urbano da Cidade do México, Montevidéu e Assunção, disse Pedro.

 

NBR 16.280/2014: Norma da ABNT em debate

Em vigor desde 18 de abril passado, a NBR 16.280/2014, nova norma técnica da ABNT que regula os procedimentos de reformas nas edificações, tem suscitado inúmeras dúvidas entre síndicos e administradoras. Entre outros, ela determina que “toda e qualquer modificação que altere ou comprometa a segurança da edificação ou de seu entorno” terá que ser submetida previamente à construtora ou seu projetista, caso o empreendimento ainda esteja dentro dos prazos de garantia. Depois desse período, caberá aos síndicos cobrarem de cada morador a apresentação de projeto técnico desenvolvido por engenheiro ou arquiteto, além das respectivas ART ou RRT, para que os serviços sejam liberados.

O tema foi discutido no sábado, dia 17 de maio, em São Paulo, durante o 1º Congresso Técnico ABNT – NBR 16.280, promovido pela Gábor RH. O encontro reuniu cerca de 300 participantes, a maioria síndicos e representantes de administradoras, em busca de orientações sobre implicações legais, técnicas e administrativas da nova norma.

Matéria publicada na edição - 191 de jun/2014 da Revista Direcional Condomínios