Geradores: Atitudes sustentáveis nos condomínios

Escrito por 

Os geradores instalados nos condomínios de São Paulo devem ser adaptados a uma nova legislação municipal, ganhando filtros para controle de ruído e emissão de gases. A obrigatoriedade veio com a Lei 15.095/2010, foi regulamentada pelo Decreto 52.209/2011, e acabou recebendo um prazo de tolerância de adaptação de um ano pelo Decreto 52.666/2011. O período caducou, a obrigatoriedade está vigente, mas a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente informou à Direcional Condomínios que ainda se encontram em estudo, pelo Departamento de Controle de Qualidade Ambiental (Decont), os padrões de emissão de ruído e poluição atmosférica que deverão ser respeitados por esses equipamentos.

De qualquer forma, o mercado está se preparando e Carlos Henrique Apezatto criou e patenteou, juntamente com o engenheiro Sérgio Sangiovanni, um modelo de filtro para ser instalado nos escapamentos dos geradores, retendo material particulado e diminuindo em 50% a emissão dos gases. Essa é uma das soluções que o mercado apresenta aos síndicos para atender à legislação.

 

Matéria publicada na Edição 180 - jun/2013 da Revista Direcional Condomínios