Tratar o piso é sinônimo de economia para os condomínios

Escrito por

Apesar de não estar entre as maiores preocupações dos administradores do condomínio, a revitalização dos pisos nunca deve ser deixada de lado.

Perita de
Obras em Condomínios

Priscila Frizo Mendes, Engenheira Civil e Perita de Obras em Condomínios.

É indicado que sejam feitas consultorias mensais por engenheiros ou peritos de obras para a avaliação de todos os ambientes. O cuidado prévio pode gerar uma economia significativa aos cofres do condomínio no final do mês.

É o que diz Priscila Frizo, 43, Engenheira Civil e Perita de Obras em Condomínios há mais de 10 anos. Priscila diz que se um síndico optar pelo tratamento no piso de forma preventiva, ele poderá economizar cerca de 50% do valor que gastaria caso tivesse que fazer uma obra de reparação no mesmo local.

Uma outra maneira de aumentar a durabilidade do piso é escolhendo o tipo certo para cada ambiente. Pensando nisso, a perita de obras também deu algumas dicas para cada área comum do condomínio que precisa de um piso específico:

“Para playgrounds, o ideal é grama sintética, natural ou pisos emborrachados. Todos eles precisam de uma avaliação anual. Já para brinquedotecas e academias é recomendável pisos de borracha, o que muda é a espessura. Nas quadras e campos de futebol, os condomínios geralmente seguem um padrão de cimento, grama sintética ou natural também, mas assim como nos playgrounds, é necessário uma avaliação a cada 1 ano.”

Mas, o maior ponto de atenção da engenheira e, talvez o que os síndicos mais se preocupam, é com a piscina: “O ideal é que sejam sempre com revestimento cerâmico impermeável. É preciso ter muito cuidado com as juntas de dilatação e com os rejuntes de dentro e de fora da piscina. Por isso elas precisam ser avaliadas a cada 6 meses por um especialista. Já a área externa precisa ser antiderrapante, afinal é uma combinação água e piso. O mais indicado é colocar um pavimento mais rústico (como pedras), mas tem alguns lugares que estão substituindo por um revestimento semelhante a uma pedra. Isso, com o tempo, passa a ser um risco.”


Matéria publicada na edição - 273 - nov/2021 da Revista Direcional Condomínios

Não reproduza o conteúdo sem autorização do Grupo Direcional. Este site está protegido pela Lei de Direitos Autorais. (Lei 9610 de 19/02/1998), sua reprodução total ou parcial é proibida nos termos da Lei.



Anuncie na Direcional Condomínios

Anuncie na Direcional Condomínios