Churrasqueira e Espaço Gourmet para condomínios

Escrito por 

Comida, amigos e... integração

São várias as opções de lazer em um condomínio. Uma indispensável é a churrasqueira. A síndica Nélia Rosane Almeida tem duas no condomínio onde mora. Construídas junto com o Morumbi Garden, em 1993, contam com forno de pizza e são usadas pelos moradores quase todos os fins de semana. “É um espaço de lazer e convivência social entre os condôminos, em que podem ser realizadas festas, por exemplo. Mas, como temos dois blocos, cada prédio pode utilizar também de forma separada”, lembra.

O arquiteto Jonas Birger explica que as churrasqueiras são projetadas com alguns acessórios. “Pode ter o forno de pizza, grill, fogão elétrico, bancada feita em granito, pia, além da coifa para diminuir o cheiro do churrasco e não incomodar os apartamentos. Geralmente, elas são de uso mais diurno e ficam longe das piscinas”, ressalta. Já a arquiteta Mônica Drucker aposta em espaços modernos, principalmente em prédios de alto padrão. “O ambiente pode ter uma cobertura de laje e telha metálica ou de vidro com bambus, para proteger do sol, que torna o lugar muito bonito. Também pode ser feita com uma arquitetura tradicional, com telha em barro”, sugere.

Hoje, além das churrasqueiras, é comum encontrar em muitos condomínios o “espaço gourmet”, que integra vários ambientes. “É como se fosse uma grande sala para o convívio dos amigos. Conta com uma mesa para refeições especiais, churrasqueira, cozinha, além de integrar o salão de festas. O espaço gourmet é mais noturno”, destaca Birger. A arquiteta Mônica afirma que a integração é importante para utilizar o local da melhor forma possível. “Para não haver perda de espaço, muitos condomínios já têm essa opção de lazer, pois se pode utilizar para café da manhã, almoço, jantar. Há projetos modernos, com vidro laminado, portas de correr, mesas em granito, armários em madeira teca, que é mais resistente e pode molhar sem causar danos ao material”, conta.

Para manter em ordem esses locais de lazer recomendam-se alguns cuidados. “A conservação do espaço gourmet é feita como a de uma cozinha normal, com a limpeza de armários, mesas, bancos. É indicado uma saída de ar quente com dutos e filtros para não ter a compressão de ar dentro do ambiente”, alerta Mônica. Já o arquiteto Jonas Birger complementa: “É melhor construir esses espaços o mais longe possível dos apartamentos para evitar problemas com barulho e cheiro. Também não é recomendável carpete, porque é um local sujeito a cair óleo, gordura ou qualquer tipo de alimento. Geralmente, as churrasqueiras ou espaços gourmets têm piso frio, ou seja, revestidos com cerâmica, porcelanato ou granito.”

Matéria publicada na Edição Nº 131 em dezembro de 2008/janeiro de 2009 da Revista Direcional Condomínios.