Terça, 27 Junho 2017 00:00

Sugestões e viabilidade de projetos de economia de água em condomínios

Escrito por 

Sugestões e viabilidade de ações que combatem desperdícios e ajudam a economizar água.

Com a ideia de evitar perdas e propor soluções de engenharia para que síndicos e condôminos possam efetivamente economizar água nos condomínios, o presente trabalho tem a finalidade de identificar as condições de sua utilização em cada edificação. O objetivo é o de aplicar, de maneira prática, parâmetros e ações nessas políticas de redução de consumo, tanto nas habitações autônomas bem como nas áreas comuns do edifício.

A humanidade percebeu na atualidade que os recursos naturais são limitados e estão sendo gastos de maneira muito rápida devido ao aumento exponencial da população, pelo desenvolvimento tecnológico e pelo aumento da renda per capita do globo. Todos esses fatores devem ser de conhecimento público, pois, cada indivíduo tem sua contribuição nesse consumo acelerado de recursos e consequente geração de resíduos poluentes.

Em síntese, o método de economia de água que será exposto em texto anexo (saiba como acessar logo abaixo) consiste em:

a) Diagnóstico

  • Levantamento do histórico de consumo;
  • Quantificação da população;
  • Levantamento dos hábitos de consumo da população;
  • Levantamento dos equipamentos hidrossanitários (torneira, chuveiro, máquina de lavar etc.);
  • Verificação de eventuais perdas (ex.: vazamentos, gotejamento, evaporação etc.).

b) Plano de intervenção

  • Conscientização: mudança de hábitos de consumo;
  • Substituição de equipamentos hidrossanitários;
  • Reparo de eventuais vazamentos;
  • Criação de sistema de reaproveitamento.

Não reproduza o conteúdo sem autorização do Grupo Direcional. Este site está protegido pela Lei de Direitos Autorais. (Lei 9610 de 19/02/1998), sua reprodução total ou parcial é proibida nos termos da Lei.

Marcus Vinícius Fernandes Grossi

Engenheiro Civil, é doutorando em tecnologia da construção pela USP; mestre em Tecnologia da Construção de Habitações pelo IPT; especialista em Excelência Construtiva e Anomalias pelo Mackenzie; em Gestão e Tecnologia da Construção pela POLI-USP; Inspetor de Estruturas de Concreto pelo IBRACON, ABECE e ALCONPAT. Atua como Perito Judicial, Assistente Técnico da Defensoria Pública e Ministério Público do Estado de São Paulo; professor universitário; palestrante de cursos de perícia e patologia das construções. É sócio-gerente da Fernandes & Grossi Consultoria e Perícias de Engenharia, onde atua com consultoria, perícias de engenharia, i nspe&cce dil;ão predial, entrega de obras, auditoria de projetos, normatização técnica, desempenho e qualidade das construções. Atualmente é membro da Divisão Técnica de Patologia das Construções do Instituto de Engenharia e associado da ALCONPAT - Associação Brasileira de Patologia das Construções. Mais informações: marcus@fernandesgrossi.com.br.