Domingo, 23 Maio 2021 00:00

O seu condomínio ainda tem um síndico centralizador?

Escrito por 

Nesses quase oito anos de sindicatura posso te contar que a descentralização e a transparência representam o melhor caminho para o sucesso de uma gestão no condomínio.

Reuniões mensais ou bimestrais com o conselho e com a equipe de trabalho são fundamentais. Além disso, manter um contato ativo com os prestadores de serviços, apresentando os problemas encontrados, trará cada vez mais resultados positivos para ambos; nem sempre a troca do fornecedor é a solução para resultados eficazes.

Quando há participação do conselho, da equipe de prestadores e grupos de trabalho, a satisfação é nítida e os problemas deixam de ser problemas e passam a ser casos a serem solucionados.

O síndico precisa descentralizar, dedicar-se ao trabalho, conhecer e cumprir a legislação condominial, o Regulamento Interno e a Convenção do condomínio. À você que busca sucesso nesta atividade, selecione uma administradora parceira, presente e atuante no seu dia a dia, isso vai te ajudar a descentralizar a sua gestão e a esclarecer dúvidas que irão surgir. Uma administradora que proporcione um fácil acesso ao seu gerente de conta fará toda a diferença na sua gestão.

Procure sempre entregar resultado, melhorias e a conservação do patrimônio, faça relatórios mensais com o resumo de sua gestão e, se possível, inclua fotos do antes e do depois. Você pode estar divulgando isso através de aplicativos, pelo próprio site da administradora, circulares ou, ainda, por um grupo de WhatsApp.

Os condôminos têm expectativas em ver seu patrimônio limpo e bem cuidado. Ouvir e ser ouvido é uma das condições para manter o bom relacionamento no prédio. Estamos vivendo no edifício com grandes grupos de famílias, onde as diversidades estão latentes, ainda mais em tempos de pandemia os humores estão à flor da pele. Agora, mais do que nunca, a inteligência emocional do síndico é fundamental para uma gestão eficiente.

Procure sempre se atualizar fazendo cursos na área e lendo a respeito do assunto. Além de sites para síndicos, a revista Direcional Condomínios e seus demais canais na internet são bem completos e trazem uma diversidades de assuntos e experiências que, para nós síndicos, são muito esclarecedoras. Dedique-se, isso vai te ajudar a saber lidar com a pressão do dia a dia e com a hostilidade de alguns moradores. Não é com arrogância e cara feia que se impõe respeito, isso só vai prejudicar a sua gestão.

No seu dia a dia, as obras e manutenções que surgirem devem ser apresentadas ao conselho para se encontrar a melhor solução. Seja para decidir o melhor momento para executá-la ou o valor a ser gasto, não decida isso sozinho, não centralize. Em alguns casos, essas manutenções devem aguardar para serem aprovadas em assembleia. Descentralize, seja transparente, você é um representante do edifício e não o dono do "pedaço". Mantenha a equipe de trabalho e a administradora ativas e fique atento à excessiva necessidade de verbas extras, isso não é bom. Descentralizando você conseguirá manter a taxa condominial num excelente valor dentro do padrão do seu condomínio.

Organize as assembleias com o conselho e faça deste dia algo bem objetivo, de maneira que você entregue a informação e traga excelentes, resultados satisfazendo as expectativas dos condôminos. Mostre o problema e a possível solução, escute seu condômino, promova votações, enquetes, desenvolva a consciência coletiva.

Seja acessível e tenha o zelador como seu grande aliado, delegue, mas acompanhe. E, anualmente, por que não perguntar aos condôminos em uma enquete o que estão achando de sua gestão?

Eu, além de síndica profissional, trabalho com assessoria para síndicos orgânicos, muitas vezes o morador quer ser síndico, mas tem insegurança com relação ao que vai enfrentar. Isso só atrapalha, é possível você ser um excelente gestor de seu patrimônio.

Compartilho aqui algumas características a serem desenvolvidas para que você se torne um excelente gestor de seu patrimônio e da coletividade: seja organizado, imparcial, comunicativo, acessível, transparente, comprometido, seja um bom negociador, um bom ouvinte, seja paciente, tenha inteligência emocional e seja um líder.

Um bom líder não precisa ser centralizador, ele administra e tem uma excelente equipe ao seu lado, comprometida com os mesmos interesses: A Conservação e Valorização do Patrimônio.


Não reproduza o conteúdo sem autorização do Grupo Direcional. Este site está protegido pela Lei de Direitos Autorais. (Lei 9610 de 19/02/1998), sua reprodução total ou parcial é proibida nos termos da Lei.


Cristiane Bittencourt Reis

Síndica profissional em São Paulo, tem formação na área pela Gabor RH. É graduada em Comunicação Social, com MBA em Recursos Humanos pela USP e educação continuada em Finanças, RH e Administração pela FGV. Tem 20 anos de experiência na área administrativa em empresa privada e é sócia da Ruffino & Alvim Empreendimentos e Administração de Imóveis. Possui ainda cursos de Gestão em Qualidade de Vida pela FEA-USP PROGEP, Administração de Conflitos e Qualidade Máxima no Atendimento ao Cliente, os dois últimos pelo Sebrae.
Mais informações: cristianesindica@hotmail.com.