Quarta, 31 Agosto 2016 00:00

Cuidados na instalação de aquecedores de piscina

Escrito por 

O descumprimento à norma técnica ABNT NBR 6493/1994 pode gerar falhas e consequências graves quando da instalação de aquecedores a gás em piscinas se não houver atenção por parte do instalador, principalmente nos apartamentos, pois, em alguns casos, as tubulações se encontram dentro da parede.

No momento da instalação, pode ocorrer uma inversão ao se tentar conectar os flexíveis, fazendo que que a saída de água seja ligada à tubulação de alimentação de gás. A situação tem sido observada em condomínios.

Em tempo, a ABNT 6493 regulamenta o emprego de cores na identificação de tubulações para a canalização de fluidos e material fragmentado, de forma, inclusive, a facilitar a manutenção e a evitar problemas.

Em erros como o relatado acima, o condômino ou condomínio sofrerá prejuízos.

Se isso acontecer, uma vez aberto o registro, a tubulação de gás encherá d'água, o que poderá condenar toda a instalação, principalmente se for composta por tubulações antigas, ainda em aço carbono. Outro dano provável será no medidor de consumo da concessionária devido ao rompimento do diafragma interno.

Na primeira ocorrência, o processo de drenagem da água deverá ser realizado por empresa especializada e devidamente credenciada pela concessionária. Normalmente se utiliza compressor de ar e cilindro de nitrogênio (gás inerte), que não provoca qualquer reação química e, dependendo da quantidade de água dentro da tubulação, poderá ser necessário fazer cortes na tubulação para eliminar totalmente a água.

Visualize problemas recorrentes


ERRADO - Tubulação de água e gás pintadas na cor amarela; dreno da rede de gás

 

CERTO - Tubulação de água na cor verde e gás na cor amarela; dreno da rede de gás

 

Identificar as conexões para evitar falhas no momento da instalação, conforme imagem abaixo

Matéria publicada na edição - 216 - set/16 da Revista Direcional Condomínios

Não reproduza o conteúdo sem autorização do Grupo Direcional. Este site está protegido pela Lei de Direitos Autorais. (Lei 9610 de 19/02/1998), sua reprodução total ou parcial é proibida nos termos da Lei.

Carlos Alberto dos Santos

Profissional com mais de 25 anos no mercado de seguros e gestão de riscos, é fundador da Condorisk do Brasil e possui a certificação AIRM - Alarys International Risk Manager (da Asociación Latinoamericana de Administradores de Riegos y Seguros). Tem experiência e expertise na solução de problemas e difuldades enfrentados pelos síndicos para manter a boa ordem dentro das edificações, atuando hoje em Gestão de Riscos em Condomínios.
Mais informações: carlos@condorisk.com.br