POR QUE POUCOS FAZEM A POLÍTICA DA BOA VIZINHANÇA EM CONDOMÍNIOS?

Artigo/divulgação

Por Lincoln César do Amaral


Morar em condomínio não é fácil. Vira e mexe vemos brigas e discussões entre moradores. Algumas vezes os motivos são realmente palpáveis, em que se trata de um problema “daqueles”. Porém, a maioria das desavenças é por causas menores, que seriam facilmente solucionados com uma simples conversa.

A lista dos principais motivos para brigas são: animais, crianças, barulhos e garagem. Claro que há outras razões, mas essas são, de longe, as principais. Os animais, principalmente os cachorros, incomodam o vizinho pelo barulho (latido, miado, piado etc.), mau cheiro das fezes ou por ataques. Por isso, o ideal a se fazer é manter o animal ativo (para que se canse um pouco e não se estresse com qualquer coisa), carregá-lo quando entrar em elevadores e limpar a sujeira quando passear.

Já as crianças devem ser orientadas a tratar bem as pessoas, evitar fazer muito barulho (principalmente à noite) e ser alertadas sobre as punições caso façam algo errado. Por outro lado, o condomínio deve se preocupar em fornecer uma área de lazer a elas, limpa e em boas condições de uso.

O barulho, seja de conversas exaltadas, festas ou som alto, incomoda muita gente. Por isso tome cuidado com o barulho que você produz. E caso seja o vizinho esteja perturbando, geralmente um simples telefonema basta para que ele se conscientize. Porém, se a ligação não surtir efeito, aí o ideal é levar o caso ao síndico.

No caso das garagens, vale conhecer o seu vizinho de vaga. Assim, você saberá como ele pensa, se é tolerante caso aconteça algum acidente, ou deixe você usar a vaga dele quando viajar. Exercite o essencial: respeite para ser respeitado.

Esta discussão leva a outra imprescindível em um conjunto habitacional. As pessoas entram em conflito porque não se conhecem, na maioria dos casos. Encontram-se todos os dias no elevador, mas evitam as festas comuns, as reuniões e assembleias. Comentam sobre o tempo, o futebol, mas não falam sobre questões importantes do dia a dia. E, sem diálogo, é difícil entrar em acordos, o que leva à excessiva procura por mediadores, como o síndico/administrador, sobrecarregando-o.

Outra dica importante é conhecer a convenção e a legislação sobre condomínios, que contêm todos os itens estabelecidos para uma convivência saudável entre os moradores. Assim, o morador fica ciente dos direitos e deveres. Com atitudes simples e fáceis, é possível conviver melhor com o vizinho, e vice-versa.

* Lincoln Cesar do Amaral Filho é diretor da Superlógica e do portal LicitaMais - www.licitamais.com.br - e especialista em condomínios.

Fonte: Vânia Correia

Adriana Jazzar

Geógrafa graduada pela PUC de São Paulo com MBA em Gestão Ambiental e Mestre em Tecnologia Ambiental pelo IPT. Leia artigos

Ana Luiza Pretel

Advogada, administradora de empresas, palestrante, professora universitária. Leia artigos

Cristiano de Souza Oliveira

Advogado e consultor Jurídico na área condominial,sócio consultor da DS&S Consultoria e Treinamento Condominial. Leia artigos

Edson Martinho

Engenheiro Eletricista, presidente da ABRAEL e diretor-executivo da Abracopel. Leia artigos

Hernán Vilar

Psicólogo graduado pela UMESP e Pós- Graduado em Administração de Empresas pela FGV. Leia artigos.

Luís Renato Mendonça Davini

Graduado em Ciências Jurídicas pela Universidade São Francisco, o delegado Luís Renato é consultor de segurança da Asertec. Leia artigos.

Kelly Remonti

É síndica Condomínio Top Village, localizado em Alphaville, Grande São Paulo. Leia artigos.

Michel Rosenthal Wagner

Advogado, membro técnico das vice-presidências de Sustentabilidade e de Administração Imobiliária e Condomínios do Secovi em São Paulo. Leia artigos

Nelson Luiz Raspes

Psicólogo com formação em Dependência Química. Atua há treze anos junto ao Centro de Tratamento Bezerra de Menezes. Leia artigos

Paulo Caldas Paes

Advogado formado pela Universidade Paulista (UNIP) e autor de diversos artigos jurídicos na área imobiliária. Leia artigos

Ricardo Karpat

Diretor da Gábor RH, Administrador de Empresas, com experiência de 12 anos no segmento de condomínios. Leia artigos

Roberto Boscarriol Jr.

Graduado em Engenharia pelo Instituto Mauá de Tecnologia. Formado em 1972

Roberto Flores Freitas

Oficial da Reserva da Polícia Militar do Estado de São Paulo; Sócio-proprietário do Grupo Alpha Serviços

Rodrigo Karpat

Advogado e especialista em Direito Imobiliário e administração condominial. Leia artigos

Rosely Benevides de Oliveira Schwartz

É autora do livro Revolucionando o Condomínio, professora do curso de Administração de Condomínio ministrado pela EPD. Leia artigos

Cadastre-se e receba nossos informativos