Guarita segura, condomínio idem

A guarita deve ser um dos pontos menos vulneráveis do condomínio, uma vez que, dominada por invasores, torna-se fácil controlar toda a instalação. O posicionamento ideal é aquele que permite a melhor visualização dos portões e perímetros e controle dos acessos.

Segundo o consultor de segurança em condomínios José Elias de Godoy, há três aspectos que caracterizam uma boa guarita: ela deve oferecer segurança para quem está em seu interior; precisa proporcionar ampla visualização do entorno e deve facilitar as medidas de contingenciamento e de controle.

A arquiteta Betty Birger, vice-presidente da Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (Asbea), recomenda que a guarita tenha um recuo da divisa frontal do prédio que permita a colocação de portão duplo, criando-se uma ilha de isolamento dos acessos, para maior segurança. A área máxima de uma guarita, determinada pela Prefeitura de São Paulo, é de 9 m² e a planta precisa de aprovação. Ainda segundo as normas da Prefeitura, é obrigatória ventilação de 1/8 da área do ambiente. O projeto também deve prever a instalação de banheiro no interior da portaria. Por tratar-se de um local de trabalho, utilizado por várias pessoas que se revezam, a arquiteta sugere acabamentos resistentes e fáceis de limpar, como pintura lavável, laminados (Fórmica) para mobiliários (opção para revestir paredes também) e piso de porcelanato. Outra dica é ter cadeiras com regulagem de altura.

É indicado que o local tenha vidros à prova de balas e com película de proteção visual, impedindo a visão de fora para dentro. “Isso permite que o porteiro vá ao sanitário, sem que ninguém note sua ausência momentânea. Além disso, ele pode continuar observando o que se passa”, conta José Elias. 

O tamanho da guarita (bem como as instalações elétricas) precisa acomodar e garantir o bom funcionamento dos principais equipamentos que compõem o sistema de segurança em seu interior. O interfone, o telefone e o rádio-comunicador são indispensáveis, pois permitem a comunicação do porteiro com os moradores, principalmente para anunciar visitas aos apartamentos, evitando dessa maneira a entrada de estranhos no prédio. Já através de uma linha telefônica na portaria central, o porteiro consegue chamar a polícia em casos de emergência. 

Nas guaritas, é necessário ter ainda os botões de acionamento eletrônico dos portões, o monitor de CFTV, um botão de pânico e o teclado do sistema de alarme. Em alguns condomínios são utilizados controles de acesso informatizados. E, finalmente, uma guarita segura precisa ter um porteiro devidamente selecionado, capacitado e treinado para operar todos esses equipamentos.


Matéria publicada na Edição Nº 116 em setembro de 2007 da Revista Direcional Condomínios

 

 Fornecedores:

          - Segurança



 

Empresas de Sistemas de Segurança

Banner
Banner

Adriana Jazzar

Geógrafa graduada pela PUC de São Paulo com MBA em Gestão Ambiental e Mestre em Tecnologia Ambiental pelo IPT. Leia artigos

Ana Luiza Pretel

Advogada, administradora de empresas, palestrante, professora universitária. Leia artigos

Cristiano de Souza Oliveira

Advogado e consultor Jurídico na área condominial,sócio consultor da DS&S Consultoria e Treinamento Condominial. Leia artigos

Edson Martinho

Engenheiro Eletricista, presidente da ABRAEL e diretor-executivo da Abracopel. Leia artigos

Hernán Vilar

Psicólogo graduado pela UMESP e Pós- Graduado em Administração de Empresas pela FGV. Leia artigos.

Luís Renato Mendonça Davini

Graduado em Ciências Jurídicas pela Universidade São Francisco, o delegado Luís Renato é consultor de segurança da Asertec. Leia artigos.

Kelly Remonti

É síndica Condomínio Top Village, localizado em Alphaville, Grande São Paulo. Leia artigos.

Michel Rosenthal Wagner

Advogado, membro técnico das vice-presidências de Sustentabilidade e de Administração Imobiliária e Condomínios do Secovi em São Paulo. Leia artigos

Nelson Luiz Raspes

Psicólogo com formação em Dependência Química. Atua há treze anos junto ao Centro de Tratamento Bezerra de Menezes. Leia artigos

Paulo Caldas Paes

Advogado formado pela Universidade Paulista (UNIP) e autor de diversos artigos jurídicos na área imobiliária. Leia artigos

Ricardo Karpat

Diretor da Gábor RH, Administrador de Empresas, com experiência de 12 anos no segmento de condomínios. Leia artigos

Roberto Boscarriol Jr.

Graduado em Engenharia pelo Instituto Mauá de Tecnologia. Formado em 1972

Roberto Flores Freitas

Oficial da Reserva da Polícia Militar do Estado de São Paulo; Sócio-proprietário do Grupo Alpha Serviços

Rodrigo Karpat

Advogado e especialista em Direito Imobiliário e administração condominial. Leia artigos

Rosely Benevides de Oliveira Schwartz

É autora do livro Revolucionando o Condomínio, professora do curso de Administração de Condomínio ministrado pela EPD. Leia artigos

Cadastre-se e receba nossos informativos